Freio labial em crianças : quando avaliar ?

Os freios são uma prega fina de tecido fibroso que existem na boca, e podem ser labial ou lingual. Os freios labiais se estendem dos lábios às gengivas, na linha mediana, tanto na parte superior quanto na inferior, e o freio lingual se insere na parte de baixo da língua até o assoalho da boca.

Em algumas crianças, o freio labial superior está inserido muito baixo na gengiva, quase chegando ao céu da boca (palato). Isso provoca um espaçamento (diastema) entre os dentes incisivos centrais. Além disso, quando em tamanho anormal, pode provocar problemas periodontais e o acúmulo de resíduos, pois provoca dificuldade de higienização dos dentinhos pelos pais.

Nestes casos, o odontopediatra pode indicar a frenectomia labial, um procedimento cirúrgico simples, realizado no consultório com anestesia local, que visa diminuir o tamanho do freio ou eliminá-lo completamente. Na criança, a frenectomia pode fazer com que o espaço entre os dentes da frente se feche sozinho.

Outras indicações para a frenectomia labial:

  • Limitação da mobilidade do lábio, resultante de uma inserção muito baixa do freio labial;
  • Motivos estéticos, principalmente quando a criança apresenta sorriso gengival;
  • Alterações da fonética, normalmente associadas à presença de um diastema de grande dimensão;
  • Quando prejudica a correção ortodôntica
  • Quando interfere na estabilidade e retenção de próteses dentárias.

Já a frenectomia lingual é indicada quando há limitação dos movimentos da língua, alterações da fala e dificuldade de mastigação, o que acontece quando o freio é muito curto ou se insere muito perto da ponta da língua.

 

Se seu filho apresenta alguma destas características, leve-o em consulta com um odontopediatra. O especialista poderá orientar sobre o melhor tratamento.

 

Renata

<p>ODONTOPEDIATRA</p> <p>Graduação Faculdade de Odontologia do Planalto Central (FOPLAC) Brasília DF – 2010<br /> Especialização Odontopediatria na Faculdade São Leopoldo Mandic (SLM – Campinas)<br /> Pós Graduação: Curso de capacitação em Odontologia intrauterina e da Primeira infância – UNESP<br /> Curso de Odontologia na Primeira Infância-Clínica de bebês – USP São Paulo<br /> Aperfeiçoamento em Endodontia SLM SP<br /> Aperfeiçoamento em Ortodontia e Ortopedia na Clínica de Odontopediatria – SLM SP<br /> Curso Intensivo de Odontologia para Bebês – Universidade Estadual de Londrina UEL<br /> Aspectos Nutricionais no Atendimento Odontopediátrico – USP</p>