Vitamina D é associada a menores índices de cárie.

Vitamina D é associada a menores índices de cárie dentária, você sabia?

Uma nova revisão expõe sobre outro possível papel da vitamina D: prevenção da cárie dentária.

A revisão publicada na edição de dezembro da Nutrition Reviews envolveu 24 estudos clínicos controlados, entre 1920 a 1980, com cerca de 3 mil crianças em vários países. A análise mostrou que a vitamina D foi associada com uma redução de cerca de 50% da incidência de cáries dentárias.

Segundo o autor principal, Dr. Philippe Hujoel da Universidade de Washington, o objetivo principal foi coletar os dados dos estudos e resumi-los para obter um novo ponto de vista a respeito da vitamina D. “Enquanto a importância da vitamina D para a saúde óssea não é contestada, há contradições em torno do seu papel na prevenção das cáries”, Hujoel observa.

Por volta de 1950, a Associação Médica Americana e o Conselho Nacional de Pesquisa dos EUA concluíram que a vitamina D influenciou positivamente no controle da cárie dentária. A Associação Dentária Americana, no entanto, não confirmou a hipótese. Em 1989, o Conselho Nacional de Pesquisas, apesar de nova evidência denominou esse problema de “sem solução”.

Diante da leitura do artigo publicado, o Instituto de Medicina, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA e a Associação Dentária Americana não chegaram a uma conclusão que relacionasse vitamina D e cárie.

Os ensaios clínicos revisados por Hujoel e sua equipe foram realizados nos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Canadá, Áustria, Nova Zelândia e Suécia e conduzidos em ambientes institucionais, escolas, consultórios médicos e odontológicos, e hospitais. Os participantes eram crianças e adultos com idades entre 2 e 16 anos e foram observados aumento dos níveis de vitamina D em crianças através do uso de radiação UV suplementar ou complementando a dieta de crianças com óleo de fígado de bacalhau ou outros produtos que contenham a vitamina.

As conclusões de Hujoel não são uma surpresa aos familiarizados com estudos mais antigos da vitamina. Segundo o Dr. Michael Hollick, professor de medicina da Universidade de Boston, “as descobertas da Universidade de Washington reafirmam a importância da vitamina D para a saúde dental.” Reiterou ainda que “em crianças deficientes na vitamina, o aparecimento dos dentes leva mais tempo e ficam mais propensas à cárie dentária”.

A questão da vitamina D ganha mais importância diante das tendências atuais de saúde, em que a população possui baixos níveis da vitamina e a incidência de cárie aumenta cada vez mais, uma vez que é importantíssima na mineralização de ossos e dentes. No entanto, o autor afirma que é preciso ter cuidado com a interpretação desta revisão, pois os ensaios tiveram vieses que podem ter influenciado o resultado e a maioria dos participantes do estudo vivia em uma época diferente dos dias atuais.

Dr. Philippe Hujoel é professor na Universidade de Washington no Departamento de Ciências da Saúde Oral e como professor adjunto de epidemiologia na Escola de Saúde Pública da mesma universidade. Suas pesquisas têm se concentrado em nutrição com foco em dietas de baixo carboidrato, efeitos nocivos da radiação de diagnóstico e metodologia baseada em evidências e aplicações.

Fonte:

Hujoel, P.P.  Vitamin D and Dental Caries:  Systematic Review and Meta-analysis. (2012) Nutrition Reviews. In press.

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”

Open chat
Precisa de ajuda?