Bruxismo

e111037fa50f21ef74fb8d4d5e999173Bruxismo é uma disfunção da mastigação, normalmente quem tem não sabe que tem, caracterizada pelo apertar, ranger e cerrar os dentes. As causas não são bem definidas mas estão relacionadas a fatores hereditários, psicológicos e contatos inadequados entre os dentes. É frequente nas idades entre 2 a 4, 10 a 12 e 18, pois tratam-se de fases de descobertas, adaptações, modificações, aprendizado, auto-confiança, limites e escolhas. O apertar e ranger os dentes pode causar principalmente: alterações na forma de engolir; alterações  na produção de saliva; alterações do pH do meio bucal favorecendo a cárie; alterações na posição dos dentes; desgastes excessivos dos dentes; trincas e fraturas dentais; contrações excessivas e fadiga dos músculos da face; alterações na forma que se morde; alterações nas articulações; deslocamento da mandíbula; O bruxismo infantil tende a ser considerado um estado de transtorno hipercinético da criança e pode ser uma condição normal e passageira no seu crescimento e desenvolvimento, ou se tornar uma disfunção habitual necessitando de atenção especial, deve ser diagnosticado corretamente para uma abordagem precoce e, se necessário, um  tratamento interdisciplinar. Nas crianças tem se manifestado diante de situações diferentes do seu cotidiano. Os aspectos psicológicos como agressões, frustrações, problemas escolares, familiares e com amigos podem provocar um aumento considerável da tensão e levar a uma hiperatividade muscular. Apesar de não ter  uma causa específica, ocorre em 30% das crianças. Ele  pode provocar desgaste e amolecimento dos dentes, afetando  a integridade dos tecidos dentais e causar problemas ósseos.  Pode provocar também dores na mandíbula e nos músculos da face,  dor de cabeça, dor e zumbido no ouvido e alterações da respiração e do sono. Cabe ao dentista a indicação do tratamento interdisciplinar com psicólogos, psiquiatras, fisioterapeutas e fonoaudiólogos.

Open chat
Precisa de ajuda?