5 motivos para não dar refrigerante para o seu filho

Por Drª. Beatriz Beltrame

Devido ao excesso de açúcar, os refrigerantes podem causar problemas como obesidade e diabetes, além de impedirem que a criança aprenda a consumir frutas e sucos naturais, que têm nutrientes importante para o seu crescimento adequado.

Essas bebidas são ricas em açúcar, corantes, cafeína e sódio, substâncias que aumenta a pressão sanguínea e causam problemas de irritação e falta de sono.

1. Refrigerante prejudica os dentes

Os refrigerantes prejudicam os dentes porque têm o pH muito ácido, o que danifica o esmalte dos dentes. Além disso, o excesso de açúcar dessas bebidas também aumenta as chances de cáries.

2. Aumenta o risco de desenvolver diabetes e obesidade

Os refrigerantes são bebidas ricas em frutose, açúcar que está ligado ao aumento da resistência à insulina, problema que causa a diabetes. Além disso, o excesso de açúcar dessas bebidas também favorece o ganho de peso e a chance de desenvolver obesidade.

Malefícios do refrigerante

3. Aumenta a flatulência e desconforto abdominal

Os gases presentes no refrigerantes aumentam a flatulência e o desconforto abdominal por distenderem o intestino, causando dor e incômodo.

Além disso, os gases também pioram a gastrite e podem provocar refluxo gastroesofágico, pois inflam o estômago e favorecem que o alimento volte para o esôfago, causando queimação.

4. Provoca insônia e alterações na pressão

Os refrigerantes do tipo cola podem causar insônia e aumento da pressão quando consumidos em excesso por conterem cafeína, pois as crianças são mais sensíveis a essa substância.

5. Aumento do cansaço e da irritabilidade

Os refrigerantes possuem corantes e adoçantes que irritam o intestino e diminuem a absorção de vitaminas e minerais importante para o metabolismo do corpo.

Como substituir os refrigerantes

As melhores escolhas para substituir os refrigerantes é oferecer às crianças água, água de coco, sucos naturais de frutas e chás gelados. Uma boa estratégia é não ter refrigerantes em casa, nem pedir essas bebidas quando for comer fora.

Para melhorar a aceitação do suco de fruta, pode-se utilizar copos e canudinhos coloridos e pedacinhos de fruta congelado ao invés de gelo, pois a criança é atraída pelas cores. Além disso, pode-se misturar frutas e criar novos sabores, sendo importante também evitar a utilização de açúcar para que elas se acostumem com o sabor doce natural das frutas.

Renata

<p>ODONTOPEDIATRA</p> <p>Graduação Faculdade de Odontologia do Planalto Central (FOPLAC) Brasília DF – 2010<br /> Especialização Odontopediatria na Faculdade São Leopoldo Mandic (SLM – Campinas)<br /> Pós Graduação: Curso de capacitação em Odontologia intrauterina e da Primeira infância – UNESP<br /> Curso de Odontologia na Primeira Infância-Clínica de bebês – USP São Paulo<br /> Aperfeiçoamento em Endodontia SLM SP<br /> Aperfeiçoamento em Ortodontia e Ortopedia na Clínica de Odontopediatria – SLM SP<br /> Curso Intensivo de Odontologia para Bebês – Universidade Estadual de Londrina UEL<br /> Aspectos Nutricionais no Atendimento Odontopediátrico – USP</p>